terça-feira, 21 de outubro de 2008

DICAS - O retorno das embalagens retornáveis


O retorno das embalagens retornáveis




As embalagens retornáveis estão voltando. Será por pressão de diversas instituições ou porque, para a indústria, é mais fácil e mais interessante retornar do que reciclar. Leia a matéria abaixo. Só não vale ficar indiferente a essa questão tão importante!

A era da embalagem descartável pode estar com os dias contados. A indústria de embalagens, cada vez mais pressionada pela legislação, por consumidores e ONGs por causa da produção de resíduos e seu descarte inadequado no ambiente, ensaia uma volta às origens. Segundo especialista, a embalagem do futuro será durável e poderá ser reutilizada inúmeras vezes, em um ciclo fechado de produção e consumo.
"É o fim da era do descartável. Haverá um retorno à embalagem durável e reutilizável'', diz Martin Bunce, especialista em design sustentável e diretor da Tin Horse, empresa de design britânica que tem entre os clientes gigantes como Unilever, P&G, Coca-Cola e Electrolux.
Segundo Bunce, o conceito de redução do desperdício de embalagens está tomando corpo entre as empresas de bens de consumo e de bens duráveis. Bunce afirma que as novas embalagens, que já começam a chegar às mãos dos consumidores na Europa, Japão e Estados Unidos, unem conhecimento de ponta ao tradicional. "As pessoas gostam das coisas novas, mas também apreciam as antigas.

Lembra quando costumávamos retornar os vasilhames de bebida? Eles estão de volta." "Os recursos naturais são finitos, as matérias-primas estão encarecendo e nosso padrão de consumo está transformando as cidades em enormes lixeiras. Os anos de desperdício estão no fim, e a indústria terá de se adaptar a essa realidade."
Por outro lado, Bunce critica a postura de muitos defensores de práticas mais sustentáveis na indústria de declarar guerra a produtos ou tipos de materiais - é o caso, segundo ele, das sacolas plásticas dos supermercados, na berlinda em várias regiões do planeta. "Essa campanha não faz muito sentido porque as sacolas são reutilizadas para outros fins, o que é um atributo de sustentabilidade."

Segundo ele, do ponto de vista ambiental não faz muita diferença se a embalagem é de vidro, plástico ou alumínio - desde que sua vida útil seja ampliada.

http://www.setorreciclagem.com.br/index.php

2 comentários:

  1. acho muito legal essa mudança de habito, só não concordo quando ele critica o ataque ás sacolinhas pois diz que elas são reutilizadas. A questão é mais profunda, devemos falar agora em uma midança de habito e costume e não mais em simples reciclagem.
    Acho que muitas das respostas para problemas de hoje, estão em habitos considerados antigos e dos tempos de nossos avós...

    abraços

    ResponderExcluir
  2. oLÁ RAFA...
    Concordo com vc qdo diz que devemos adquirir habitos e costumes de nossos avós. A modernidade destrói muito...
    Este dias estava numa escola onde estava escrito perto do bebedouro
    "Adote seu copo" achei genial a idéia porq usa-se muito copo descartável...se nós nas escola adotassemos o nosso já estariamos contribuindo. PODE PENSAR QUE UMA GOTA DE ÁGUA NUMA FOGUEIRA NÃO RESOLVE, MAS ESTAREMOS FAZENDO A NOSSA PARTE. ABRAÇOS

    ResponderExcluir

Que bom que vc veio me visitar.
Fiquei muito feliz, por deixar um comentário.
bjos Obrigada Neia